segunda-feira, 21 de setembro de 2009

UM APELO AO POVO DE MIRACEMA!

"Eu pensei que era preciso fazer alguma coisa. Quando você ouve algo, quando é informado de algo ruim, não fazer nada é ser cúmplice disso." 
[Do ativista político e cantor irlandês Bob Geldof referindo-se ao noticíario da década de 80, sobre a fome na Etiópia]




Hojé é o Dia da Àrvore, por isso trazemos à reflexão do leitor vagalume um tema que tem sido bastante comentado nos últimos meses: oTOMBAMENTO DO CENTRO HISTÓRICO DE MIRACEMA, em especial das árvores (oitis), tão peculiares. Somos o único município da região com essa característica de arborização. Além de sermos a única cidade da região com aparência especial, de arquitetura preservada, praças belíssimas e que contagiam todo e qualquer visitante, somos a cidade que mais avançou em termos de preservação do patrimônio histórico-cultural-paisagístico e arquitetônico.
Nossa legislação sobre TOMBAMENTO figurou em vários cantos do país como exemplo para outros municípios. Nossa preocupação em preservar a identidade cultural da sociedade local foi motivo de premiação. Essa premiação possibilitou a existência do Centro Cultural Melchíades Cardoso, um dos mais organizados, mais bem estruturados de todo o Estado do Rio de Janeiro, o que dirá do Noroeste Fluminense. Foi com a verba dessa premiação que o imóvel adquirido para a ampliação do nosso CCMC foi comprado.
A região Sul do país é um exemplo de beleza, de preservação, por muitos considerada o "primeiro mundo brasileiro", pois em termos educacionais e econômicos vem avançando a cada dia.
O jornal "Gazeta do Povo" divulgou uma matéria, onde cita que 51 árvores da cidade de Curitiba recebem proteção especial. Algumas indicadas pela população, outras por técnicos especializados no assunto. Bem antes de nossa Miracema, desde 1974, os paranaenses vêm tomando atitudes para salvaguardar o meio ambiente e também o seu patrimônio histórico, cultural, natural, incluindo aí  AS ÁRVORES!
A forma existente em nosso país para preservar todo esse patrimônio, evitando que ele seja destruído, desaparecendo assim toda a caracterização de um local, da história e da identidade de seu povo  é o chamado TOMBAMENTO.
Então, não foi por acaso que esses OITIS foram tombados pelo município em 1995, e também, pelo Estado do Rio de Janeiro, em março de 2008, num total reconhecimento do valor histórico do patrimônio existente no nosso município, também para o Estado do Rio. Afinal, um estado é constituído por municípios.
E porque hoje é o DIA DA ÁRVORE, pedimos a você, LEITOR VAGALUME, que reflita:

Por que querem acabar com as árvores tombadas de nosso Centro Histórico?
Quais os motivos que levam um gestor público a tomar uma iniciativa tão vil, tão insensata?

Um gestor público erra, afinal somos todos seres humanos. Porém, a população se torna cúmplice  do gestor quando se cala diante de atitudes sabidamente "insanas". O preço será pago pelas gerações futuras.  Se não somos capazes de impedir atitudes deletérias... se não somos capazes de defender o  INTERESSE PÚBLICO, o interesse global, somos tão medíocres, tão insanos e tão inconsequentes como aquele que pratica um ato sem medir suas consequências.




Por isso, deixamos o nosso apelo ao povo de Miracema, que sempre lutou e conquistou o seu espaço, para que não permita que acabem com o nosso Centro Histórico, muito menos com as suas características mais vivas, os OITIS!


A imagem que ilustra essa postagem é do Ipê Amarelo, que ficava nos fundos da casa da Professora Áureo Bruno e que foi "arrancado" por um gestor público do passado.

Angeline Coimbra Tostes
blogovagalume.blogspot.com
Miracema/Niterói-RJ


Um comentário:

Angeline disse...

Olá, muito obrigada por divulgar nosso textinho.
Bjs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...